História da Vida de BP no escotismo

A segunda vida de B-P
O Movimento cresceu tanto e tanto, e tinha em 1910, atingido proporções que B-P compreendeu que o Escotismo seria a obra a que dedicaria sua vida. Teve visão e a fé de reconhecer que podia fazer mais pelo seu país adestrando a nova geração para a boa cidadania do que preparando um punhado de homens para uma possível futura guerra. E, assim, pediu demissão do exército onde havia chegado a Tenente-General, e ingressou na sua "segunda vida" - como costumava chamá-la - sua vida de serviço ao mundo por meio do Escotismo. Os frutos que colheu como recompensa desta decisão foram o crescimento do Movimento Escoteiro e o amor e o respeito dos rapazes do mundo inteiro.

Saudação escoteira
Fraternidade Mundial
Em 1912 fez uma viagem ao redor do mundo para se por em contato com os Escoteiros de muitos outros países. Foi este o primeiro passo para fazer do Escotismo uma Fraternidade Mundial. Veio a Primeira Guerra Mundial e momentaneamente interrompeu este trabalho; mas com o fim das hostilidades foi recomeçado, e em 1920 os Escoteiros de todas as partes do mundo se reuniram em Londres para a primeira concentração internacional de escoteiros - O Primeiro Jamboree Mundial.


Baden Powell falando no 4° Jamborre Mundial, na Hungria, em 1933
5º Jamboree Mundial em 1937 na Holanda. Este jamboree é particularmente lembrado como o último jamboree em que Baden-Powell pôde estar presente antes da sua morte em Janeiro de 1941. À Rainha Guilhermina da Holanda coube a honra de abrir o jamboree para os cerca de 27.000 escuteiros de 51 países acampados em Vogelenzang.
Na última noite deste Jamboree, a 6 de agosto, B-P foi proclamado "Escoteiro-Chefe-Mundial", pelos aplausos da multidão de rapazes. O Movimento Escoteiro continuou a crescer. No dia em que atingiu a "maioridade", completando vinte e um anos, contava com mais de dois milhões de membros em praticamente todos os países civilizados do mundo. Nesta ocasião, B-P recebeu de seu Rei, Jorge V, a honra de ser elevado a Barão, sob o nome de "Lord Baden-Powell of Giwell".
Mas, apesar deste título, para todos os Escoteiros ele continuou e continuará sendo sempre "B-P", o Escoteito-Chefe-Mundial. O primeiro Jamboree Mundial foi seguido por muitos outros, em 1924 na Dinamarca, em 1929 na Inglaterra, em 1933 na Hungria, em 1937 na Holanda. Em cada um destes Jamborees Baden-Powell foi a figura principal, tumultuosamente saudado pelos "seus" rapazes onde quer que estivesse. Mas os Jamborees eram apenas uma parte do esforço no sentido de se formar uma Fraternidade Mundial de Escoteiros. B-P fez longas viagens cuidando dos interesses do Escotismo, mantinha correspondência com os dirigentes escoteiros de numerosos países e continuou a escrever sobre assuntos escoteiros, ilustrando com seus próprios desenhos, artigos e livros.

Os últimos anos de B-P

Quando suas forças afinal começaram a declinar, depois de completar oitenta anos de idade, regressou à sua amada África com a sua esposa, Lady Baden-Powell, que fora uma entusiástica colaboradora em todos os seus esforços, e que era a Chefe Mundial das "Girl Guides" (Bandeirantes) - movimento também iniciado por Baden-Powell.

Baden Powell com sua esposa, Lady Baden-Powell, que era a Chefe Mundial das "Girl Guides" (Bandeirantes)

Tumulo de Baden Powell no Kênia 
Fixaram residência em Kenia, num lugar tranqüilo, com um panorama maravilhoso: florestas de quilômetros de extensão, tendo ao fundo montanhas de picos cobertos de neve. Foi lá que morreu B-P, em 8 de janeiro de 1941 - faltando pouco mais de um mês para completar oitenta e quatro anos de idade.














fonte:http://tropasenior-ares.blogspot.com

0 Seu comentário é importante:

Postar um comentário

Tema UEB 2017

Tema UEB 2017

Scouts for World

U.E.B

 
Powered by Blogspot